fechar

Cultura

Beber & ComerCultura

Do campo à cuia Ervateira NutriMate completa 20 anos

Linha de chás e erva mate crédito Lenara Petenuzzo

Em todos os lares e querências, as milhares de famílias gaúchas apresentam algo em comum: o chimarrão. Um hábito que une famílias e gerações. Essa tradição exige um rito de preparo que passou a fazer parte do cotidiano dos gaúchos. Aquecer a água, colocar a erva na cuia, ajeitar para que fique firme, sorver o mate. No encontro do calor da água quente com a erva, surge o mate, uma satisfação única.

E a trajetória da NutriMate, empresa com sede em Arvorezinha (RS), se mistura com a do próprio chimarrão. A empresa completou 20 anos, em 2020. A Ervateira NutriMate nasceu do sonho e do desejo de empreender de amigos de longa data. Entre as linhas de produtos está a erva-mate NutriMate, sem adição de açúcar. Proveniente de ervais nativos, é um produto certificado e diferenciado, desde a escolha da matéria prima, até as embalagens.

A empresa também desenvolveu outros produtos, como a erva-mate Chimarruts, erva-mate Os Fagundes e a erva-mate do Guri de Uruguaiana. Uma grande homenagem à cultura do Rio Grande do Sul e aos artistas gaúchos.

Ação Social

A NutriMate foi crescendo, ano a ano. Perceberam que deveriam contribuir mais com a sociedade, participando de causas que acrescentassem algo à vida e ao bem-estar das pessoas. Iniciaram com a participação no Outubro Rosa, de 2016, destinando, naquele ano, parte do lucro sobre as vendas do mês à causa do Câncer de Mama. 

A partir dessa ação, a empresa resolveu então buscar um meio efetivo e perene para seguir contribuindo com a causa. Essa ideia foi tomando forma e culminou com a criação, em 2017, do composto de erva-mate, que contém mirtilo, anis-estrelado e camomila. Parte do lucro deste produto é depositado, mensalmente, ao Imama. “Esta ação social faz parte do conceito que temos na NutriMate como uma empresa que pensa e vive para um mundo melhor”, adianta Nara Parchen Tomé, diretora comercial da NutriMate.

Linhas de Chás & Benefícios à saúde

Chá Misto de Chá verde e Amora com Gengibre

Trata-se de um blend especial composto por folhas e talos, que apresenta um sabor levemente adstringente e perfumado.

Chá Misto de Laranja, Rosa e Jasmim com Cravo

Este chá de composição suave e delicada é um blend de flores e especiarias. Sabor único e marcante.

Chá Misto de Hibisco, Chá Verde, Amora e Mirtilo com Alecrim

Blend de folhas e talos, sabor incorporado e antioxidantes naturais. Auxilia no processo de emagrecimento.

Chá Mate Tostado

É composto por folhas, talos, apresentando o verdadeiro sabor da planta.

Chá Misto de Laranja e Mate Tostado com Canela e Gengibre

Chá composto de laranja folhas e talos. Com cascas de canela. Traz sabor predominantemente da laranja. O sabor do mate tostado é enriquecido com especiarias, resultando num chá adstringente e saboroso.

Sobre a NutriMate

A NutriMate foi fundada em 2001 na cidade de Arvorezinha, região onde se encontra os melhores ervais do país. Alia tecnologia e rigor na escolha da matéria prima. Hoje, a empresa conta, além da equipe interna, com dezenas de vendedores externos, sendo que alguns estão com a empresa desde a sua criação. Mais em www.nutrimate.com.br. Nas redes sociais Instagram @nutrimateervamate e NutriMate Erva-Mate.

LEIA MAIS
Beber & ComerCulturaGastronomia

Doce Vantagem estimula as vendas no comércio local e tem premiação com Cestas de Doces

IMG_6901

Na semana das últimas compras de Natal, o concurso cultural Doce Vantagem é uma das expectativas de fomentar e valorizar as vendas no comércio local. A campanha, criada pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Pelotas, integra neste ano as ações da Fenadoce: especial de Natal através do “Selo da Formiga”. “Estamos trabalhando de forma intensa para que o comércio possa aproveitar a principal data do varejo, e acreditamos na união de todos os pelotenses”, destaca Adriane Silveira, Gerente Executiva da CDL Pelotas.
 
A cada R$ 100,00 em compras em uma loja com o Selo da Formiga, os consumidores podem trocar as notas fiscais por um cupom para participar do concurso. Eles ainda devem ser criativos e responder à pergunta: “Por que a tradição doceira de Pelotas é tão importante?”. As melhores respostas serão premiadas com Cestas de Doces. Os pontos de troca das notas estão disponíveis no Quiosque de Doces no Calçadão Central e na Loja de Doces no Shopping Pelotas, diariamente das 10h às 19h até 31/12. O regulamento completo da campanha está disponível no site da Fenadoce.
 
A Fenadoce – Especial de Natal tem o patrocínio master de Osirnet, patrocínio do Banrisul, apoio do Shopping Pelotas, apoio institucional da Prefeitura Municipal de Pelotas e realização da CDL Pelotas.

LEIA MAIS
Cultura

Rede Virtual de Ensino de Arte da Fundação Vera Chaves Barcellos

unnamed

om o intuito de lançar questões que circundam esta nova realidade que estamos vivendo no nosso cotidiano, elaboramos um material de apoio para educadores, das mais diversas áreas. A partir do olhar de nossa equipe, indicaremos semanalmente uma obra presente no Acervo da Fundação, juntamente com uma proposta de atividade a ser pensada e realizada em conjunto com seus estudantes à distância. Convidamos vocês, educadores, a construírem conosco novas propostas de atividades e a compartilharem os registros destas através das hashtags #EducativoFVCB e #FVCBemRede.

Faça o Download do arquivo com as propostas de atividades que o Educativo da FVCB preparou para todos os públicos: http://fvcb.com.br/?p=12137

LEIA MAIS
CulturaNovidadesTurismo

Cave do Sol ganha novas obras de arte

Esquadrão Solar

Quem visita a Cave do Sol, no Vale os Vinhedos, se depara com um monumento moderno, contemporâneo. Mas ao conhecer mais de perto a vinícola descobre que o empreendimento está impregnado de arte e história. Antigas peças e equipamentos da vinícola desativada deram origem a obras de arte pelas mãos de artistas locais. Ao todo são 18 peças de diversos portes que fazem um caminho que passeia pelo jardim da empresa e por vários ambientes internos. Oito delas acabam de ficar prontas, juntando-se às demais que estão no local desde a inauguração da vinícola no início de setembro. Todas têm o Sol como protagonista.

Na área externa, o anfitrião Sol Negro, as Uvas ao Sol e os Destiladores ganham a companhia do Jardim do Sol, uma coleção delirante de plantas de diferentes formatos e cores vibrantes. Construída com peças de diversos equipamentos antigos, a obra nasceu para alegrar os visitantes e homenagear a natureza local. A inspiração partiu de plantas originais da região, mas as cores foram escolhidas pelo próprio artista, Rubens Sant’Anna. A obra está localizada ao lado do espaço pet. Ainda na parte externa está o Painel Solar de Controle, próximo ao Destilador. A peça representa a complexidade do processo que foi e está cada vez mais complexo. São operações que exigem controle de pressão, de temperatura, de vazão. Hoje, peças esquecidas e superadas, testemunhas de uma era que foi determinante na evolução do que se tornou automação.

Ao entrar na vinícola, entre a loja e a vinheria, está a Prensa Solar, uma antiga e preciosa peça que já foi prensa para a extração de suco. Colorida pelo tempo, traz o verde que remete à natureza e a ferrugem que cobre as partes metálicas. Por frestas onde corria o sumo, agora surgem raios de sol que despertam com a aproximação dos visitantes e descansam até um novo espetáculo ao se afastar. A obra ganha vida com luminotécnica.

A maior concentração de peças está na Cave. O Esquadrão Solar, tal qual escudos que defendiam e bloqueavam os bravos centuriões romanos, agora exibe tampas de piletas que se divertem irradiando luzes dançantes a todos que delas se aproximam. O Sol Estrelado é curioso, pois um dia serviu de distribuição de água e de repente se transforma em Sol e estrelas. Para o artista, quando o Sol está acordado, incontáveis estrelas se somam ao seu brilho, e o Astro Rei passa a dominar a escuridão da noite, tendo como companhia as estrelas que se recusam dormir.

Ainda na Cave está O Mil Folhas de Raios de Sol. Usado para o processo de resfriamento por onde passaram milhões de litros de água, agora ganham a companhia dos raios de Sol, dando movimento a uma dança ilusionista luminosa. Manhosos, os raios exigem companhia, repousando quando solitários. Já as magníficas peças que libertaram milhões de litros de suco de uva e vinho confinados em tanques e piletas, se transformaram no Lança Raio Solares, torneiras que hoje lançam raios de Sol ao serem provocadas.

Por fim, a Roda Sol. Localizada na Sala do Sol da Cave, esta obra foi construída com o aproveitamento de duas peças: uma pesada chapa de ferro colorida de ferrugem pelo tempo e uma roda que movimentou correias e esteiras para transportar milhões de litros de suco e vinho ao longo de décadas. Assim como nas demais obras, o artista trabalhou a luminotécnica, criando efeitos mágicos de luzes e tons com a aproximação do visitante. É o Sol saudando todos que se aproximam. As obras da coleção de sucatas de arte da Cave do Sol foram criadas e executadas por Rubens Sant’Anna que contou com o Studio Luminescence na parte da luminotécnica.

As Uvas do Sol, um painel medindo 4 metros x 2 metros, que fica no restaurante ao lado do Solarium, foi feita a quatro mãos. Rubens Sant’Anna e Aido Dal Mass assinam a obra que simboliza um cacho de uva, onde os frutos são representados pelos discos do destilador. Além disso, as paredes da cave são revestidas com tijolos da vinícola desativada e a madeira das antigas pipas de até 110 mil litros de vinho deu vida ao mobiliário, um testemunho de que não há vinho sem história. Isso sem contar as dezenas de objetos distribuídos pelo roteiro da visitação, peças que fazem a cronologia do vinho. Quem visita a Cave do Sol degusta arte o tempo todo, da taça a cada detalhe da visita. A abundância do acervo foi inspiração para envolver artistas locais. A Cave do Sol é a única vinícola do Brasil a seguir esta proposta.

OBRAS

Área externa

Destiladores

Jardim do Sol

Painel Solar de Controle

Sol Negro

Uvas ao Sol

Área interna

A Roda Sol

As Uvas do Sol

Esquadrão Solar

Lança Raios Solares

O Mil Folhas de Raios de Sol

O Sol Estrelado

Prensa Solar 

SERVIÇO

De segundas e sábados, das 10h às 17h

Domingos, das 10h às 16h

Contatos: 54 2521.2599 | 54 98418.9882 | turismo@cavedosol.com.br

LEIA MAIS
AgendaCulturaFotografia

Maior exposição fotográfica a céu aberto do Brasil começa sábado na capital

©Nilton Santolin 2019

Porto Alegre recebe a partir deste sábado a maior exposição fotográfica a céu aberto do Brasil. Trata-se da Street Expo Photo, com curadoria, produção e concepção gráfica de Marcos Monteiro, e exibição de 235 cliques de 120 fotógrafos de 10 estados brasileiros, além do Canadá, Portugal e França. A terceira edição da mostra tem como tema “Vida” – antes e pós pandemia” e estará em exibição até 12 de janeiro de 2021 na escadaria do viaduto da Borges de Medeiros – um dos pontos mais icônicos da capital gaúcha, exatamente no mês em que completa seus 88 anos de construção. Uma curiosidade: neste ano, pela primeira vez, o número de mulheres participantes é maior – tendo um painel exclusivo de fotógrafas do coletivo porto-alegrense “Essas Mulheres”.  

A edição de 2020 da Street Expo Photo é composta por 16 painéis de 2 metros cada, cobrindo quase 40 metros das paredes da Escadaria Verão do viaduto da Borges de Medeiros, junto à rua Duque de Caxias. A maior exposição a céu aberto do país conta com a participação de fotógrafos emergentes e renomados tais como Márcio Scavone (São Paulo), Lucille Kanzawa (São Paulo), Lu Brito (Bahia), José Medeiros (Mato Grosso), Luís Pereira (Portugal), Ricardo Labastier (Bahia), Fred Gustavos (Mato Grosso), Wander Rocha (Rio de Janeiro), Emma Radenac (França), Fernando Bueno (Rio Grande do Sul), dentre outros.

“A arte e a cultura são um grande ponto de resistência, encontro e descobertas para muitos, que buscam nelas um alento e uma forma inspiradora e emocional de enfrentar esta realidade tão dura”, afirma Alexandre Eckert, assistente de produção da Street.

Na rua, de forma ampla e democrática, onde a exposição se realiza, a proteção e a impessoalidade trazida pelas máscaras e pelo distanciamento, seguem salvando vidas e a arte permanece potencializando a construção de interpretações, criando esperança, na sua eterna vocação de transformar, mudando futuros, trazendo novas oportunidades para quem a realiza, percebe e vivencia a cada novo dia:

“Em tempo algum a arte se mostrou tão importante quanto agora nesse momento de pandemia. Mais do que nunca a arte precisa ir para junto do povo nas ruas, já que os museus e galerias estão fechados. E a Street reforça esse propósito”, destaca o idealizador Marcos Monteiro.

Devido à pandemia, a abertura oficial marcada para às 16h deste sábado, foi cancelada. Entretanto, o produtor estará à disposição para entrevistas e acompanhar visitas ao longo de todo o fim de semana.  

Sobre a Street Expo Photo

Criada em 2018, a Street Expo Photo já apresentou fotos artísticas de mais de 300 fotógrafos

de renome internacional e nacional, atingindo um público estimado de quase 100 mil pessoas. Nas duas edições anteriores, contou com a participação de ícones da fotografia como Walter Firmo, Gal Oppido, Fernando Rojas, Marcos Varanda, José Roberto Bassul, Luis Pereira, Fidalgo Pedrosa, Laurent Dufour, entre outros.

Estarão em exibição fotografias que retratam lembranças e vontades, simples atos, como abraçar, ter contato familiar, praticar um esporte coletivo, confraternizar com amigos, viajar a destinos desconhecidos. O tema busca traduzir em fotografias todos os sentidos da Vida. Mais uma vez a arte irá espelhar a vida através da fotografia.

LEIA MAIS
AgendaCulturaMúsica

Live Concerto Bonjour la France da Orquestra Municipal de Garibaldi

Bonjour la France – Orquestra de Garibaldi

A Orquestra Municipal de Garibaldi realiza no próximo domingo, dia 13 de dezembro de 2020, uma live do Concerto Bonjour la France, sob a Direção do Maestro Luiz Carlos Zeni Junior e participação especial da cantora Kézia Borges. O concerto será apresentado às 20 horas, com transmissão pelos canais da Orquestra de Garibaldi no YouTube e Facebook.

A Orquestra Municipal de Garibaldi ocupa um lugar de destaque no cenário musical do Rio Grande do Sul, somado a isso, já é tradição receber convidados que engrandecem ainda mais o seu trabalho. Com o intuito de permanecer próxima do seu público, tem se adaptado ao formato virtual, seguindo na busca pelo enriquecimento cultural do município e região.

Para o Concerto Bonjour la France, traz a solista Kézia Borges, referência pelo seu trabalho musical, canta desde criança, tendo participado de diversos grupos e coros, como o Madrigal do Departamento de Música da UFRGS. Está à frente da banda Petit Poá desde a sua criação, em setembro de 2016. A banda, que já se apresentou em diversas cidades gaúchas, interpreta apenas músicas em francês, com arranjos predominantemente jazzísticos, sem esquecer as suas raízes brasileiras. A cantora já estudou piano erudito e popular e, atualmente, se dedica ao estudo do canto e da composição, com Bianca Obino. Em 2017, Kézia venceu a etapa nacional do Festival da Canção Francesa, interpretando a música “Padam Padam”, imortalizada na voz de Édith Piaf.

Em uma noite que promete muitas emoções, Orquestra e solista agraciarão o público com clássicos franceses como ‘Habanera’ da Ópera Carmen de George Bizet e ‘La Vie en Rose’ de Edith Piaf, com arranjos que valorizam a instrumentação de big band.

A transmissão será pelos canais da Orquestra de Garibaldi no YouTube,  https://bit.ly/2XJ4uj5 e Facebook, fb.com/orquestradegaribaldi/. A Orquestra Municipal de Garibaldi é mantida por meio de convênio com a Prefeitura Municipal de Garibaldi, Secretaria de Turismo e Cultura e Centro Cultural e Artístico – CECAR e o conta com o apoio da Entelvias Provedor de Internet, Itália Iluminação e da Associação dos Motoristas de Garibaldi.

LEIA MAIS
CulturaHotelariaTurismo

Começou a Fenadoce – Especial de Natal, em Pelotas

Rafael Takaki-4334

Teve início neste sábado, 5/12, a Fenadoce – Especial de Natal 2020, que até 31 de dezembro promove a cultura doceira de Pelotas. Apresentações artísticas são transmitidas pelo Canal do YouTube e Facebook da Fenadoce. Cada vez mais digital, é possível comprar doces pelotenses pelo App Fenadoce, disponível nas lojas Android e IOS, e que serão recolhidos dos Quiosques da Associação das Doceiras de Pelotas no Calçadão Central e da Loja de Doces do Shopping Pelotas. A venda de doces é sempre das 10h às 19h,  com pagamento em cartão ou dinheiro no ato da entrega para os pedidos pelo aplicativo.

“É um desafio trazer a magia da Fenadoce para o Natal, mas estamos felizes com a receptividade das pessoas, especialmente por entenderem que além de patrimônio, o nosso doce movimenta a economia da região e sustenta diversas famílias”, afirma Adriane Silveira, Gerente Executiva da CDL Pelotas.

CERIMÔNIA DE ABERTURA ON-LINE – No dia 8 de dezembro, terça-feira, a organização faz uma cerimônia oficial de abertura de forma on-line, às 19h, pelo canal do Youtube (/fenadoceoficial).

Fenadoce Cultural – Conta com apresentações artísticas transmitidas no Canal do YouTube e Facebook da Fenadoce, às 20h e 20h30. As apresentações foram selecionadas pela Comissão Organizadora da feira, entre as inscritas em 2019 para a Fenadoce Cultural 2020. A Fenadoce Cultural: especial de Natal tem o financiamento Pró-Cultura RS – LIC – Secretaria da Cultura, Governo do Estado do Rio Grande do Sul, com o patrocínio da Osirnet, produção Ânima Cultural e realização da CDL Pelotas.

Ação Social – “Quem cresce aqui não esquece, quem ajuda também!” é o nome da Campanha que a Fenadoce e a CDL Pelotas promovem para resgatar a infância e ajudar quem precisa. O objetivo é receber doações de artigos infantis, novos ou usados, que serão entregues para a Secretaria de Assistência Social para serem distribuídos para instituições. Os pontos de arrecadação são: Quiosque de Doces no Calçadão Central; Vitrine de Natal no Mercado Central e Loja de Doces no Shopping Pelotas, das 10h às 19h.

Concurso Cultural Doce Vantagem – Ao comprar no comércio local os consumidores poderão trocar as notas fiscais no valor de R$ 100,00 por cupom da Fenadoce – Especial de Natal e participar de um concurso cultural. Basta responder a pergunta do cupom: Por que a tradição doceira de Pelotas é tão importante? As dez melhores respostas ganharão Cestas de Doces como premiação. Para os cupons de 05 a 18 de dezembro serão entregues cinco cestas de doces e para os cupons de 19 a 25 de dezembro outras cinco cestas. Os pontos de troca das notas serão no Quiosque de Doces no Calçadão Central e na Loja de Doces no Shopping Pelotas

A Fenadoce – Especial de Natal é uma realização da CDL Pelotas, com patrocínio de Osirnet e Banrisul e apoio da Prefeitura Municipal de Pelotas e Shopping Pelotas.

Baronesas Fenadoce – As três baronesas foram eleitas em 2019 e o título tem como objetivo a retomada da história de Pelotas e de seu patrimônio cultural. As baronesas são o símbolo da feira, mas também da cidade de Pelotas e de toda sua tradição. Conheça um pouco do trio formado por Driélli da Rosa Lacerda; Julia Eisenhardt de Mello e Taila Freitas Xavier.

A 28ᵃ edição da Fenadoce, que não ocorreu esse ano devido à pandemia, será realizada em 2021, no Centro de Eventos Fenadoce, em data ainda a ser divulgada.

SERVIÇO
O que: Fenadoce – Especial de Natal 2020
Quando: 5 a 31 de dezembro

LEIA MAIS
AgendaCultura

Exposição coletiva Natal Arte começa no dia 10 de dezembro, na Gravura

9876YH

No dia 10 de dezembro acontece a abertura da exposição coletiva Natal Arte, na Gravura Galeria de Arte. Tradicional em Porto Alegre, a exposição apresenta arte em diferentes formatos, como gravuras, esculturas, desenhos e pinturas em tela, produzidos por diversos artistas. Trabalhos selecionados estarão à venda com desconto na loja virtual www.gravuragaleria.com.br. A visitação presencial ficará disponível até o dia 08 de janeiro de 2021.

         A edição Natal Arte 2020 reunirá trabalhos de 37 artistas vinculados à Galeria: Andreia Moll, Angela Ognibeni, Bebete Luz, Biba Mattos, Breno Nora, Carmen Vera Guimarães, Clara Pechansky, Clara Serrano, Denise Lavoura, Eduardo Vieira da Cunha, Erico Santos, Evandro Caldeira, Flavia Albuquerque, Helena Beatriz Coelho, João Carlos Bento, Juliana Lavoura, Kika Herrmann, Lorena Steiner, Margarida Stein, Maria do Horto Kuhn, Maria Ines Rodrigues, Mariana Sperotto, Marion Lunke, Nara B. Sirotsky, Paulina Eizirik, Paulo Caldas, Rita Gil, Rodrigo Corrêa, Rosa Lops Susin, Roseli Deon, Silvia Azevedo, Susana Luft, Susane Kochhann, Vânia Kwitko, Vera Maria Hemb Becker, Vera Reichert e Vitória Ribas.

SERVIÇO

Abertura da exposição coletiva Natal Arte 2020

Visitação: 10 de dezembro de 2020 a 08 de janeiro de 2021

Local: Gravura Galeria de Arte (Rua Corte Real, 647), de segunda a sexta das 9h30 às 18h30, e aos sábados das 9h30 às 13h30.

Entrada franca.

LEIA MAIS
CulturaLiteratura

Penitenciárias do RS ganham bibliotecas do BRDE

Livros 3f7293_9338253bba2b43debefab7505a7a9514_mv2_d_6000_4000_s_4_2

O Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul – BRDE dou, nesta semana, bibliotecas com 2.200 títulos de literatura em geral, nacional e estrangeira, para 11 penitenciárias do Rio Grande do Sul. Cada uma receberá uma coleção de 200 livros doados por meio do Projeto Pró-Biblioteca, da Editora L&PM, que o BRDE apoia via Lei Federal de Incentivo à Cultura. 

São 3366 apenados que se beneficiarão dessa iniciativa do BRDE, que busca equipar e atualizar as bibliotecas dos presídios gaúchos oferecendo uma opção educativa e cultural. Também contribui para o desenvolvimento pessoal e a ressocialização desse público. O projeto tem como missão incentivar a literatura entre a população que utiliza os acervos das bibliotecas comunitárias no país, sendo uma oportunidade de investimento na qualificação humana.   

A entrega das coleções de livros foi feita ao secretário da Administração Penitenciária (Seapen), Cesar Faccioli, pelo diretor-presidente do BRDE, Luiz Corrêa Noronha, e o diretor da Editora LP&M, Paulo de Almeida Lima, na sede da Seapen. Foram beneficiados os presídios das cidades de Sapucaia, Bento Gonçalves, Guaíba, Santa Vitória do Palmar, Lajeado, São Francisco de Assis, Sarandi, Arroio dos Ratos, Três Passos, Espumoso e Porto Alegre. 

A indicação dos estabelecimentos para o programa Pró-Biblioteca aconteceu em conjunto com a DTP/ Divisão de Educação Prisional. Na seleção, foram considerados requisitos como: necessidade de ampliar o acervo, existência de projetos de leitura e desenvolvimento de atividades de escrita com os apenados. 

Crédito das fotos: Acervo L&PM. 

Pró-biblioteca

O projeto Pró-biblioteca, iniciativa da Editora L&PM, idealizado para enriquecer as bibliotecas de instituições comunitárias, escolas, presídios e bibliotecas públicas, já foi aderido por mais de 40 empresas no Rio Grande do sul, no Brasil desde seu inicio, numa ação que já beneficiou mais de 4,9 milhões de pessoas, 1.242 escolas, em 260 municípios localizados no interior e nas capitais brasileiras.

O Projeto Pró-biblioteca é chancelado pela Lei Rouanet de incentivo à cultura, para equipar e atualizar as bibliotecas públicas, com a finalidade fundamental de colaboração na formação dos brasileiros. Tem também como missão incentivar a literatura entre a população que utiliza os acervos das bibliotecas comunitárias no país, sendo uma oportunidade de investimento na área educacional.

De acordo com o relatório do Banco Mundial divulgado em fevereiro de 2019, o Brasil pode levar 260 anos para atingir o mesmo nível de leitura de alguns países desenvolvidos. Com a defasagem de livros nas escolas públicas, essa crise de aprendizagem ainda é agravada. O projeto Pró-biblioteca é um exemplo de política para reduzir o déficit de aprendizado e aumentar o número de leitores ativos.

O Kit Biblioteca – São 200 títulos disponíveis de referências de literatura em geral, nacional e estrangeira, contemplando leitores de todas as idades, sendo um acervo concebido cuidadosamente através de pesquisa realizada por uma equipe de professores, seguindo as exigências pedagógicas do Ensino Fundamental e Médio, com a curadoria da Editora L&PM. Foram também consideradas as leituras obrigatórias e recomendadas para os vestibulares de todo o país.

Captação – A responsável pela captação de patrocinadores para o projeto Pró-Biblioteca é a empresária Adriane Laste, especialista em projetos sociais, que segue disponibilizando para empresas interessadas em entrar na lista dos incentivadores da leitura no Brasil. O Projeto total para 2020/2021 dispõe de 300 bibliotecas que contém um total de 60 mil livros, o que impacta em 1.200.000 mil pessoas. Parte já foi destinada para várias instituições, e segue a busca de empresas interessadas nesse incentivo.

Pró-Biblioteca – LP&Manos anteriores2020/2021 (estimativa)Totais
   
instituições impactadas1.2423001.542 
    
livros distribuídos248.40060.000308.400 
    
municípios contemplados26062322 
    
pessoas impactadas4.968.0001.200.0006.168.000
    
patrocinadores4110 51
    

Mais detalhes:  https://www.pro-biblioteca.com.br/

LEIA MAIS
AgendaCulturaEntretenimentoLazer

OSPA Live celebra os 75 anos da Aliança Francesa Porto Alegre

puloi

Neste sábado, 5 de dezembro, às 17h, a Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (OSPA) homenageia os 75 anos da Aliança Francesa Porto Alegre em uma apresentação especial, pela 32ª edição do OSPA Live. Sob regência do maestro Evandro Matté, os músicos sobem ao palco com Concertino para trombone e orquestra de cordas, de Fernando Deddos (1983-), Fantasie para Flauta e Orquestra de Câmara, de Gabriel Fauré (1845-1924),Morceau de Concours, de Gabriel Fauré (1845-1924)e Divertissement, deJacques Ibert (1890-1962). O solo fica por conta de José Milton Vieira, trombonista da Sinfônica. O espetáculo será transmitido ao vivo pelo YouTube e pelo Facebook da AFPOA, pelo YouTube da Orquestra e pela plataforma #CulturaemCasa, diretamente da Casa da OSPA. 

Sobre o Repertório

Dedicada ao músico da OSPA José Milton Vieira, Concertino para trombone e orquestra de cordas busca resgatar o nacionalismo, escasso no naipe de metais. A obra, inspirada no modernismo do século XX, dirige-se à antropofagia, expressando sentimentos genuínos, como a saudades da vida infância, dos bailes, das cores internacional de metais em gêneros típicos da música de concerto. A peça é, sobretudo, desenvolvida pela utilização de pequenos motivos, de micro para macro.

Fantasie para Flauta e Orquestra de Câmara e Morceau de Concours foram escritas para a competição anual de flauta do Conservatório de Paris, no século XIX. A primeira, especialmente, foi encomendada por Paul Taffanel. Ambas tinham como propósito compreender a excelência dos competidores quanto ao fraseado, expressão, controle de tom e virtuosismo.

Inserida na produção da música incidental, Divertissement foi composta em 1920, no período em que grandes obras foram elaboradas como apoio a peças de teatro e balé. A composição tem como base a farsa O Chapéu de Palha Italiano, de Eugêne Labiche, que narra um contratempo no dia do casamento do protagonista.

Serviço:

OSPA LIVE 75 anos da Aliança Francesa Porto Alegre

Quando: 5 de dezembro de 2020, às 17h

Onde: Ao vivo, pelo YouTube e Facebook da Aliança Francesa Porto Alegre, pelo YouTube da OSPA, e pela plataforma #CulturaEmCasa

Acesso em bit.ly/ospalive32

https://www.facebook.com/AFPortoalegre/
https://www.youtube.com/aliancafrancesadeportoalegre
LEIA MAIS
1 2 3 28
Page 1do28